mensagem do dia

O PAI DE NOSSOS DIAS


O pai de nossos dias é esse homem cansado, sem tempo de sorrir, que fica absorvido nas tarefas, preocupações e compromissos.

É o homem embebido na luta pela sobrevivência, sem tempo de amar o filho e de vê-lo crescer, sem tempo até mesmo de chorar.

O pai de nossos dias é esse homem desesperançado que não acredita no porvir. Que acorda com medo e adormece cansado, no vai e vem ruas sempre há um pai desesperado.

O pai de nossos dias, na maioria, precisa trabalhar muito para garantir o pão e a educação dos filhos. Precisa segurar firme o timão para o barco não afundar. À noite, esconde as preocupações debaixo do travesseiro, para que ninguém em casa perceba o medo que sente pelo amanhã, de não poder trazer o pão, de não poder pagar a dívida.

A angústia do pai deste século é de calcar o amor para embrutecer na luta, na corrida acelerada de um pai sem tempo, o apelo de amor do filho, a sua presença ausente do lar.

O pai sem tempo de nossos dias tem vontade de fazer parar o mundo para descer, apostar corrida com o filho, chutar bola, rolar na grama, tomar banho na cachoeira.

E o filho de nossos dias, tem vontade de segurar o pai pelo paletó para que fique mais um pouco para ver que ele está crescendo, que precisa de sua presença para dizer que o ama e que lhe agradece pela vida.

Parece que tudo gira como na roda gigante.

Sentados em lugares diferentes, acenando um para o outro, com vontade de chegar perto.

A vida está difícil para o pai de nossos dias.

Ele precisa contar com o apoio da esposa e com a compreensão dos filhos.

Pai nosso que estais no céu, ajudai os pais a colocarem na mesa o pão nosso de cada dia. Livrai-nos dos cansaços e preocupações, para que possam se libertar desta escravidão, para que assim na terra como no céu, possa fortalecer o seu amor.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *