noticias

Abastecimento de combustível deve voltar a normal nos próximos dias em Caxias


Depois de uma semana atípica com falta de gasolina em Caxias do Sul, ocasionada pela greve dos caminhoneiros, a expectativa é de que a situação deva voltar a normalidade até o fim de semana.

Algumas filas ainda foram vistas em postos de combustíveis de Caxias. Fotos: Mauro Teixeira

Durante o feriado de Corpus Christ o caxiense aproveitou para colocar em dia o abastecimento dos veículos. Ainda na noite desta quinta-feira, dia 31, em alguns postos foram vistas algumas filas, mas bem menores do que foi a movimentação na quarta-feira, dia 30, quando a maioria dos estabelecimentos receberam os primeiros litros de combustíveis garantidos graças ao trabalho da Brigada Militar para fazer a segurança no comboio de mais de 20 caminhões que subiram a serra com mais de 500 mil litros de combustíveis.

De acordo com o presidente do Sindicato Varegista de Derivados de Petróleo da Serra Gaúcha, Eduardo Martins, a tendência é de que até a semana que vem o abastecimento deva retomar o andamento normal de distribuição ao consumidor. “Sem abastecimento a população não vai ficar. Em algum posto sempre vai ter o combustível a disposição a partir de agora”, afirma.

Conforme o dirigente a dificuldade maior nesse primeiro momento pós greve foi o abastecimento do anidro. “Teve esse probleminha em relação ao produto por causa que que também vem por caminhão desde São Paulo, Paraná, Mato Grosso. Como o ficou preso deve estar chegando essa carga ainda amanhã. Talvez haja alguma dificuldade em algumas distribuidora para ter a gasolina”, prevê.

O anidro é responsável pela mistura com a gasolina em até 18% nas bombas de combustível. O dirigente projeta que até o final de semana todos os postos de Caxias já tenham o produto para então ser colocado a venda e regularizar a situação de postos que ainda não retomaram a venda em 100% da capacidade.

Nesta sexta-feira, dia 01, deve ocorrer uma reunião dos associados do Sindipetro da Serra Gaúcha, que deve fazer o balanço dos prejuízos sofridos com a falta de combustível pode causa da greve. Conforme o Sulpetro, sindicato de Porto Alegre o prejuízo contabilizado na região da capital chegou a R$ 12 milhões por dia.

Postos que já receberam o combustível em Caxias

Posto Onzi – Perimetral Bruno Segalla, 1308 – São Leopoldo
Posto Onzi – Rua Moreira Cesar, 1920 – Pio X
Posto Onzi – Rua Cristiano Ramos de Oliveira, 477 – Desvio Rizzo
Posto Petrotech – Perimetral Ruben Bento Alves, 4319 – São José
Posto BZS – Rua Sinimbu, 929 – Centro
Posto Comboio – Rua Pinheiro Machado, 1465 – Centro
Posto Comboio – Av. Júlio de Castilhos, 3221 – Cinquentenário
Posto Comboio – Perimetral Ruben Bento Alves, 5023
Posto RT – Rua Tronca, 683 – Nossa Senhora de Lourdes
Posto Tirol – BR 116, 2570 – Cruzeiro
Posto Imigrante – BR 116, 242 – Cruzeiro
Posto Capoani – BR 116 Km 147, 15577 – São Ciro
Posto Capoani – Rua Jacob Luchese, 3843 – Santa Lúcia
Posto Capoani – Rua Conde D’Eu, 1962 – Bela Vista
Posto Coocaver – Rua Cristóforo Randon, 887 – Marechal Floriano
Posto Pinheiro – BR 116, Km 147, 15800 – São Ciro
Posto Benvenutti – Rua Julio de Castilho, 1500 – Centro, Farroupilha

Caminhões de outros postos (que já estavam carregados na base e somente voltaram com a escolta) também vieram neste comboio, mas o Sindipetro não tem como informar para quais unidades foram.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *